quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

FantaVidas

Falo sobre carnaval com o conhecimento de quem faz uma busca no google para conferir dados... Por vezes nem pareço brasileira. Em outro texto, minha imparcialidade ao futebol, neste, meu desapego ao carnaval. Como posso ser assim, vivendo no tal “país do samba e do futebol”? Entretanto, os filhos estão aí para reverterem as situações e, muitas vezes, implantarem novos e saborosos valores às nossas vidas.

Nada mais engraçado do que vestir o Renan de palhacinho e levá-lo à consulta da pediatra com apenas 4 meses. Tendo direito ao nariz de palhaço e tudo! Com o meu menino nunca me senti desprotegida no carnaval, pois sempre desfrutei da companhia de super- heróis, como Batman, Robin, Zorro, Power Rangers e muitos outros... Havia também um cacique lindo que incorporava o cupido e com sua flecha  se  fazia  apaixonar e era apaixonante mesmo... Hoje, aos 14 anos, não quer mais fantasias, mas continua me protegendo com o seu carinho e um sorriso encantador.

A pequena Maitê em seu primeiro carnaval  vestiu a clássica baianinha, ano passado foi uma suave bailarina e , este ano, uma linda ciganinha. Em sua homenagem, então, parodiei um famoso samba-enredo da escola que representa a comunidade em que moro, a  Ilha do Governador.  Vamos cantar?



O amanhecer
A cigana fez o meu destino  
                                 
Bem melhor

Bolas de sabão, muitas bonecas

Pelo chão

Eu sempre quis, sonhei

O que será o amanhã?

Como vai ser o seu destino?

Irá crescer, desabrochar

Como uma flor, linda menina                                                                   

E vai correndo minha bebê.

Rumo direto ao adolescer

E o tempo irá dizer

Seja feliz,Maitê.

Sempre feliz!



(Mônica Jogas - mãe do sempre protetor Renan e da Ciganinha Maitê)

12 comentários:

  1. Aiiii, que post fofo!!!! Estava só esperando ele ir para o ar para eu poder ler e ir dormir!!! Não podia, claro, deixar de vir aqui comentar, como catarse!!! Purinha!!! :-)

    Não sei se eu fiquei mais encantada pela sua paródia em cima do samba enredo, que me peguei aqui cantando... para a fofa da Maitê... não sei se fiquei mais encantada por essa ciganinha linda, correndo em duas tantas descobertas e possibilidades... não sei se fiquei mais encantada por essa delícia de palhacinho, com o nariz vermelho maior do que todo o rostinho! Ahhh, amiga, na dúvida, assumo aqui o meu encantamento por vc e seus escritos, tão bem tecidos! Arrasou! Parabéns! E muita fantasia sempre! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh!!! Muito obrigada mesmo! Você também já é uma amiga e o Miguel já mora no meu coração.
      Bjs

      Excluir
  2. ficou lindo o texto e as fotos tias.. realmente, seus filhos, sao lindos e os amos por ser meus primos e afilhados!
    com muito orgulho!
    waltinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amor! Um beijo enoooorme da tia e comadre.

      Excluir
  3. Ameeei como sempre !! Otimas e lindas historias : D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conto sempre com você por aqui... Obrigada, beijos!

      Excluir
  4. Mônica,
    Como não se render ao carnaval tendo essas maravilhas fantasiadas dentro de casa?rs. O palhacinho, com direito a nariz vermelho e tudo e a ciganinha mais fofa que já vi precisam de uma mamãe bem fantasiada também, ora bolas!rsrsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Hahaha!! É vdd!! Mas guardo meu lugarzinho na plateia mesmo.Batendo palmas e aplaudindo... kkkk
    Obrigada, Dani!

    ResponderExcluir
  6. Mônica, encantadora sua história que vai nos envolvendo de uma forma que quando nos damos conta, estamos cantando o samba-enredo caprichado.!!Parabéns!!!! Lindas crianças, belíssimas fantasias. Seu texto é uma rede que nos agarra!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh! Você é sempre muito gentil em seus comentários, Zizi.Obrigada mesmo, viu!
      Um beijo no seu coração.

      Excluir
  7. MOniquinha
    Já digitei meu comentário 4 vezes. Haja. Última tentativa.
    Ao ler o seu texto fiquei pensando nas fantasias que usei, nas que coloquei em meus filhos, nas brincadeiras de carnaval, nos bailinhos, qse folguedo no Largo do bairro...
    Lembrei do samba enredo, dos amores dessa época, da vida como era simples...
    Sabe de uma coisa? Qdo eu crescer, qro ser como vc...rs...
    Lindo texto.
    Sua mana...Déa

    ResponderExcluir
  8. Que delícia de comentário,... Sabe que todas as vezes que entro para responder aos comentários eu também canto ? rsrsrs
    Amo vc ,mana!

    ResponderExcluir

O que lhe veio à mente depois de ler este texto?!? Queremos muito saber!!! Comente!!! Obrigada!!!