terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Cartinhas? Ah, não!

                                 
Não queria, mas infelizmente tenho que novamente tocar no assunto que diz respeito às limitações do Henrique pra poder falar sobre as cartinhas. Ele sempre me pareceu bebê demais...mesmo com 2, 3, 4 anos. Não sei se me entendem porque é difícil explicar. Eu tentava falar sobre o Natal, sobre o nascimento de Jesus e mostrava os Papais Noéis espalhados pela cidade, mas ele simplesmente NÃO entendia. Muito menos se eu dissesse pra escrevermos uma cartinha pra o Papai Noel, toda essa fantasia linda que eu vivi quando criança e que queria, de qualquer forma, que ele também vivesse. Mas ele não entendia.

Durante quatro anos, nós fizemos tudo como manda o figurino: presentes na árvore de Natal, Henrique acordando e a gente dizendo que o Papai Noel tinha deixado aquilo pra ele. Mas era em vão. Ele olhava e não via significado nenhum naquilo, não brilhavam seus olhinhos e ele abria os presentes por abrir mesmo...não era tão legal, não.

Foi no Natal de 2009, quando ele estava com 4 anos e meio que percebi um interesse maior pelo Bom Velhinho. Aqui na minha cidade, tem a Igreja Matriz onde todo ano o "Papai Noel" desce de tirolesa e então o levamos pra ver. Resumo da ópera: o Henrique teve pânico de tudo aquilo e não queria ver aquele senhor de vermelho e barba branca nunca mais...tadinho...rs
Finalmente ele estava entendendo, como as outras crianças! Consegui explicar sobre a cartinha e escrevemos uma pedindo um piano. Era o que ele queria. Mas confesso que depois que escrevemos, ele nem falou mais sobre ela, não ligava quando eu falava, enfim, era esquisito.


Meu primo se vestiu de Papai Noel e levou o piano pra ele (encontramos um bem lindo de madeira, pra criança mesmo) na véspera do Natal. A magia dessa época aconteceu ali para o Henrique! Com quase 5 aninhos ele estava vendo pela primeira vez o Papai Noel trazendo seu presente e fazendo as perguntas naturais de uma criança de 2, 3 anos, sei lá. Em contrapartida a isso, ele dizia coisas e gostava de outras que crianças maiores que ele não entendiam também...muito especial ele...

O fato de escrever cartinhas não mudou. Ele não liga de verdade...ano passado não quis e esse ano está me enrolando também...rs. Ele quer ganhar DVDs e já fez a listinha: Jorge Aragão, Marcelo Jeneci, Maria Gadu, Benito de Paula...ele já tem todos, mas quer de novo kkkk bem eclético ele.

O Henrique tem preguicinha de escrever cartinhas, enquanto eu daria tudo pra que  Papai Noel existisse e que lesse a MINHA cartinha, trazendo o meu presente, mas acho que vou ter que continuar com o pé no chão mesmo. É a vida.


Simone Maróstica, mãe do bebezão Henrique. 

13 comentários:

  1. Acabei de ler e estou aqui emocionada, chorando muito... e por isso não vou comentar, como devia, agora. Volto depois, mais controlada, espero, índia. Amo vcs.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post...nunca é tarde para viver esses momentos e o Henrique teve o momento de magia dele também...lindo!

    bj

    ResponderExcluir
  3. Si
    Sua história sempre me emocionou e vc sabe disse.Sempre te achei uma guerreira.Deus com certeza tem muitas surpresas e milagres em sua vida , talvez não do jeito que esperava , mas do jeito que Ele acho o melhor para vc, Henrique e toda família.
    bj

    ResponderExcluir
  4. Gosto refinado desse garotinho, heim Simone?!
    Certamente influências dessa mamãe coruja...rsrs

    Beijos querida

    ResponderExcluir
  5. Simone, achei interessante a forma como o Henrique encara essa história de Papai Noel, enquanto tantos que deliram nas fantasias...ele não entra nessa, mas nem por isso deixa de viver a idade dele do melhor jeito que ele encontra. Papai Noel não fez nem faz diferença, o Henrique já amadureceu precocemente e acredita mesmo no concreto e naõ no abstrato e tem mais: que gosto musical para uma criança, uauuuu!!! Ameiiii!!

    ResponderExcluir
  6. Simone, o Henrique segue uma lógica toda própria, sem se ligar na onda das outras crianças. Cada despertamento dele é mesmo único, dele só, a seu tempo, inesperado.
    Agora, caraca, que peculiar essa paixão dele por música, né? Lembro daquele vídeo em que ele canta, você falou (ou eu vi) sobre ele e a bateria, nossa, ele assistindo em maratona os dvds musicais...
    Cada um com seus talentos, com sua inteligência, com seu estilo, afinal, cada um é cada um!
    Beijim supercarinhoso procês.

    ResponderExcluir
  7. Simone, que coisa mais fofa! sabe, ele parece gente grande, sabe o que quer! Parabéns pelo seu filhote, tão inteligente, tenho uma quase certeza que ele tem realmente o pé no chão! esse menino vai longe! Essas escolhas musicais me surpreenderam!

    Feliz natal amiga!!

    bjos

    ResponderExcluir
  8. Dequinha, sua índia...faz isso, não. Eu choro também :( Também amo vocês!

    Ana, obrigada pelo carinho. Beijos

    Parceirinha, me prendo nisso pra poder viver feliz. Tenho certeza que fui abençoada. Bjos

    Mariuza, você viu?? Ele não gosta de Xuxa e derivados, não! rsrs Tem muita coisa que ele ouve...Demônios da Garoa, Emerson Nogueira, Roupa Nova etc etc etc...um fofo. Bjoooo

    Zizi, pois é...ele realmente é uma criança diferente. Enquanto todas elas estão querendo ir para shoppings ver papais noéis, ele só quer saber de ouvir suas músicas. E que músicas, né? rs Beijão, querida

    Elsinha, ele é uma coisa, viu! Tem um jeitinho único mesmo...e gosto refinado, né? rsrs Bjos

    Maria, tenho certeza que ele vai longe! Obrigada, lindona e Feliz Natal pra você também...bjs

    ResponderExcluir
  9. Menina, seu filhote é um músico nato, só quer piano, CDs, muito chique. hehehe Ele é um prodígio, isto sim. bjss

    ResponderExcluir
  10. Que post emocionante, Si! Sem palavras aqui... Bjos!

    ResponderExcluir
  11. Talita Filha Da Else29 de dezembro de 2011 13:31

    Geeeente, é isso mesmo????? Ele pediu um piano!Ti lindo,ti lindo!Me senti minúscula aqui, o Henriquinho ouvindo "Jorge Aragão, Marcelo Jeneci, Maria Gadu, Benito de Paula" e EU ouvindo..Justin Bieber. Amei!

    ResponderExcluir
  12. Obrigada, Clecinhaaaa!! Que bom que você gostou, amiga...

    Talita, que linda você vindo comentar meu post!! E não se sinta diminuída, não! É o Henrique que gosta de coisas de adulto....rsrs
    Muito fofa você :)

    ResponderExcluir
  13. Simone,
    Tudo o que seu Henrique faz já é o seu presente de todos os dias. E pelo visto, ele tem um bom gosto musical. Ele gostou do pianinho? Espero que sim.Beijokas

    ResponderExcluir

O que lhe veio à mente depois de ler este texto?!? Queremos muito saber!!! Comente!!! Obrigada!!!